Velorail em Noyant e Gour de Tazenat

24 08 2009

Os últimos 10 dias aqui em Vichy não foram muito movimentados. Fiz um exame de francês, no dia 20, para ajudar a verificar em qual nível de francês eu ficarei na Ecole. Achei um pouco difícil o exame, principalmente a parte de compreensão oral, onde os textos eram muito rápidos e extensos. Mas como a intenção do nível é saber se tu é um iniciante ou um falante nativo, talvez eu não tenha ido tão mal.

Durante a semana, fiz as mesmas coisas que sempre tenho feito: segunda sem aula de manhã, como sempre. Aula à tarde apenas. Terças e sextas, sempre jogo vôlei, ao menos 1h30: isso tem me feito pensar em jogar vôlei la em Lille, é uma possibilidade. Quarta-feira ganhei o dia quando eu estava voltando de bicicleta pra casa: ao parar num cruzamento, um carro parou do meu lado e o francês pediu informação. “Aqui ainda é Vichy”, diz ele. Respondi que sim, e perguntei para onde ele estava indo. Ele queria saber pra que lado era Moulins. Moulins é pro norte de Vichy, mas não tinha placa ali na hora, apenas uma placa para Le Puy, que eu sabia que era ao sul. Indiquei pra ele pelo menos a direção correta! :D

Quinta veio um casal de amigos da minha família jantar aqui em casa. Comemos comida chinesa, feita pela minha soeur d’accueil e por uma chinesa amiga dela. Ficamos quase 3 horas na mesa, pois franceses adoram passar tempo fazendo nada. O pior é que foi apenas um aquecimento pro dia seguinte: 18 pessoas na mesa durante 4 horas, pois era o aniversario do Morgan, o filho do casal francês. Alguns dormiram aqui em casa pois iriam no passeio de sábado.

O passeio de sábado foi na cidade de Noyant d’Allier, à 60 km de Vichy (a cidade tem incríveis 900 habitantes). Dezenove pessoas, incluindo eu e toda minha família daqui foram. Pela manha, andamos no velorail. São bicicletas adaptadas para 4 pessoas (mas somente duas pedalam por vez) para andar sobre os trilhos do trem. São 10 km de percurso, 5 descendo e 5 subindo. Fui com as chinesas, para minha sorte, pois elas já são acostumadas a andar de bicicleta todo o dia na China, então não foi cansativo :D. Almoçamos num restaurante vietnamita: esse almoço saiu 18€, e com certeza não valeu tudo isso. A melhor parte foi o sorvete que eu ganhei duma criança que tava com a gente. Em troca, dei 3 reais pra ele de dinheiro brasileiro e ele ficou todo faceiro! A tarde, visitamos uma pagode indiana na cidade (conjunto de templos), com varias referencias ao budismo. Tirei varias fotos boas! Em seguida, visitamos o Musée de La Mine, nas minas de carvão que existiam na cidade antigamente. Bastante interessante.

No domingo, visitei o Gour de Tazenat, um lago numa cratera vulcânica formada há 30000 anos. O lago fica a mais ou menos uma hora de ônibus de Vichy. Fomos com o CAVILAM, eu e mais uns 20 brasileiros. O lugar é muito bonito! Tirei varias fotos de pontos estratégicos da trilha em torno do lago. Tomamos banho também numa praia improvisada que tinha numa parte do trajeto: a água era um pouco fria, mas até que foi legal. Não me aventurei muito para nadar, pois a água era profunda se tu avançasses dois ou três metros, já que o lago é como uma bacia, e não uma lagoa natural.

Este é meu penúltimo post em Vichy. Ah, e as fotos sobre os passeios acima descritos ja estao no Picasa, acessado como sempre pela aba ‘Fotos’. Bom, esta semana já é minha ultima aqui: tenho que já começar a preparar minhas coisas, pois viajo na sexta-feira às 8 da manhã para Lille. Então, até mais!





Annecy

19 08 2009

No domingo, dia 9 de agosto, à noite, chegamos à Annecy. A chuva foi nossa amiga: caiu um temporal durante o trajeto entre Genève e Annecy, que durou pouco mais que 1 hora. Quando chegamos, a chuva já tinha passado, e o clima estava bastante agradável: largamos as coisas no hotel, que era realmente bom (melhor que o de Genebra), e fomos jantar na cidade. Mais uma vez, comi pizza, desta vez não tão boa quanto aquela de mais cedo. Mesmo assim, a janta foi boa.

No outro dia, acordamos cedo para tentar aproveitar bastante a cidade: a primeira coisa que fui fazer foi tomar café, em alguma padaria. Encontramos uma que oferecia, por 5€50, café, pão com manteiga, croissant e suco de laranja. Foram os 5€50 mais bem investidos do passeio: eu não havia tomado uma gota de café no dia anterior em Genebra, fato que acho que não acontecia há muito, muito tempo (10 anos, talvez mais). Revigorado, pude começar a visita aos pontos chave da cidade.

Annecy é realmente uma cidade bonita, acho que a melhor que visitei até então: talvez o tempo nublado, nem frio, nem calor, ajudou. De qualquer maneira, começamos explorando o Champ de Mars, um parque muito bonito no entorno do lago. O gramado é mais parelho que vários estádios de futebol do Brasil. O lago também tinha um aspecto muito agradável: vários barcos, pedalinhos e lanchas, junto com cisnes e patos nadando livremente. Passamos pelas principais construções ali na volta: Eglise Saint-Maurice e o Hotel de Ville.

Ao chegar no centro antigo, a primeira coisa que se nota é o Palais de l’Isle. A construção, sobre o rio, foi construída no século XII, e serviu primeiramente como prisão, até a Revoluçao Francesa. Hoje em dia, tem apenas funções turísticas. Depois, subimos a montanha em direção ao Château d’Annecy, o quarto castelo no meu currículo. Este foi meio sem graça: o castelo foi totalmente adaptado para receber turistas, logo, tem varias galerias e salas fechadas, não podemos tirar fotos dentro dos prédios (embora eu fotografei o salão), tem um museu com obras de artes não tão interessantes (transformar um castelo em museu, na minha opinião, é um desperdício – o próprio castelo deveria ser a atração principal). Valeu a ida ao terraço, que proporcionava uma bela vista da cidade e do lago.

A próxima parada estava ainda mais acima, a Basilique de La Visitation. Esta basílica é relativamente recente: sua construção foi entre os anos de 1909 e 1930. Ela é extremamente alta: é preciso se distanciar uns bons 50 metros para fotografa-la por inteiro. Por dentro, ela é bem simples até, mas sem deixar de ser bela. A vista do platô da cidade era ainda melhor que a vista do castelo.

Fomos almoçar após, um dos almoços mais pobres que tive aqui: comi crepe francês, uma espécie de panqueca, fina e sem graça… pela bagatela de 6€90. Lamentavel. Passamos em seguida na Cathedrale Saint Pierre, novamente no centro antigo de Annecy. Finalmente, a ultima parada foi no lago, onde fiquei descansando assistindo o Foppa, a Isabela e a Vivi se divertirem nos pedalinhos (eu estava deveras fatigado para pedalar um barco). Finalmente, às 18h15 pegamos o trem para Lyon, e depois outro trem de Lyon a Vichy. Cheguei em casa apenas às 22h40, e termina ai a maior viagem feita até aqui. Abraço!





Clermont Ferrand

24 07 2009

Clermont Ferrand… acho que foi a cidade mais agradavel que visitei até o momento. Não sei se tem muito o que contar sobre ela, pois as fotos falam melhor do que palavras. Clermont Ferrand é uma cidade antiga com igrejas e catedrais muito belas. Vou tentar resumir o passeio do sabado passado:

Pela manha, visitamos as principais igrejas: Notre Dame du Port, Notre Dame de l’Assemption e Eglise Saint-Eutrope. A primeira estava fechada, mas entramos nas outras duas, e eu ainda subi os 250 degraus para chegar em um dos terraços da Notre Dame de l’Assemption, a mais importante catedral da cidade, que começou a ser construida no século XII. A vista la de cima é muito boa! Tirei muitas fotos, que já estao no Picasa.

A tarde, as visitas foram direcionadas ao parque da cidade, o Jardin Lecoq, à Place Jaude e a antiga cidade medieval Montferrand. Tres lugares que também valeram a visita! Bom, sei que esse post foi curto, mas não há muito o que contar em palavras da capital do Auvergne. Curtam as fotos, e até a proxima postagem, que espero que seja em breve!





Lyon

16 07 2009

A viagem para Lyon foi no dia 11 de julho, no sabado. Lyon é a segunda maior cidade da França, com 470 000 habitantes. Em relaçao as aglomeraçoes urbanas, é a terceira maior do pais, atras apenas de Paris e Marseille. Bom, saimos às 7h55 do CAVILAM, em direçao à Lapalisse, depois Roanne, depois Tarare e finalmente Lyon. A chegada em Lyon foi às 10h30, mas o motorista esperto conseguiu se perder, e so descemos na Basilique Notre-Dame-Fourvière às 11h30.

A basilica é muito grande e bonita! Infelizmente nao dava pra entrar nela pela manha, apenas à tarde. A Cris tirou fotos de dentro da basilica, entao quem quiser ver passe no blog dela que esta nos links à direita. Eu segui outro caminho de tarde, mas vamos falar do resto da manha primeiro: apos conhecer a basilica e admirar Lyon do alto pelo terraço dessa, descemos para a parte baixa da Lyon Antiga, através de varias ruas pequenas e muitos degraus. Chegando la em baixo, passamos por dois traboules, que sao alamedas entre as casas para o acesso de varias pessoas. Um pouco assustador, mas muito interessante, ja que sao construçoes dos séculos XV e XVI!

Apos passarmos pelo Quartier Renaissance, nos dirigimos à Cathedrale St.-Jean, ja proximos ao Rio Saône, um dos dois que atravessa Lyon. Do outro lado do Saône, e antes do Rhône, que é o outro rio, fica a chamada Presqu’île, onde se localizam outras atraçoes. Conhecemos a Prefeitura (Hôtel de Ville), a Opéra, o Palais du Commerce, Place de la Republique e Place Bellecourt, onde fica o monumento ao rei Luis XIV, e onde é o ponto central de Lyon.

Antes de retornarmos, no entanto, fomos de metrô ao Stade de Gerland, que é o estadio do Lyon, um dos maiores times aqui da França. O estadio tava fechado, pois era sabado e fora de temporada os estadio nao abrem final de semana. Fazer o que… pelo menos fui na loja do Lyon e comprei uma echarpe como souvenir =)

A volta foi às 17h45, e a chegada à Vichy às 20h30. No final das contas, a visita valeu a pena, apesar dos 35€ do ônibus. Faltou conhecer por dentro as igrejas da Vieux Lyon e conhecer também o estadio do Olympique Lyonnais por dentro. Isso ficara para uma proxima, quem sabe se um dia eu visitar o pessoal que estudara na école de Lyon. As fotos, claro, ja estao no Picasa, e podem ser acessadas como sempre atraves da aba ‘Fotos’ do blog. Abraços!