Mont Saint-Michel e La Rochelle

18 03 2010

Continuando os relatos da viagem de inverno. Em Nantes, na segunda, alugamos um carro para fazer duas viagens interessantes: Mont Saint Michel e La Rochelle. A ideia era ir um dia em cada um dos locais, que ficam em torno de 2 horas de carro de Nantes, valendo a pena retornar pra Nantes para passar a noite da segunda pra terça. Partimos de Nantes na segunda eu, Tati, Igor, Ricardo e Thiago rumo ao norte por volta das 10 da manhã. Comigo de co-piloto, nenhum problema grave aconteceu! =D Começamos a se aproximar da ilhota por volta das 13h, depois de uma parada para um lanche.

O Mont Saint-Michel é uma ilha localizada entre a Normandia e a Bretanha, acessivel apenas por uma faixa estreita de terra, que fica parcialmente coberta de agua durante a maré alta. No dia em que visitamos o monte, a maré alta so viria às 20h, horario no qual estariamos ja na estrada. Assim, perdemos essa parte, mas ainda assim a exploração do monte foi interessante.

Logo na entrada, tu te sentes numa vila medieval. Ruas estreitas e casebres apertados que abrigam lojas de quinquilharias de todo o tipo circundam a base da ilha. Ali é possivel comprar de tudo, desde réplicas da Tavola Redonda até o Um Anel de Sauron.

A abadia dos monges se encontra no topo, e é preciso subir infinitas escadarias até la. Chegamos la bem em tempo de se infiltrar numa visita guiada, que era gratuita, felizmente. Foi uma das melhores visitas guiadas que ja vi. O cara que apresentava parecia um misto de monge e mendigo, mas conhecia incrivelmente bem a historia do lugar. Visitamos os patios privados da abadia, ouvimos as historias de como os monges sobreviviam, do papel do Mont Saint Michel ao longo da historia, etc… bastante didatico.

Retornamos do Mont por volta das 18h, rumo a Nantes para dormir e no dia seguinte rumar ao Sul, em direção de La Rochelle. Nesta viagem, o Thiago foi substituido pela Ju. E la fomos nos rumo à cidade que eu chamaria de ‘Mônaco’ do Atlântico! A gente também teve sorte… apesar de fazer -5 pela manhã, um sol muito bonito apareceu de tarde, o que possibilitou um passeio bem agradavel pela cidade.

La Rochelle é uma praia da costa atlântica da França, que possui um belo cais onde ficam estacionados varios iates e lanchas. No entanto, a aparência da cidade é bem antiga, notavelmente pelas suas três torres que faziam parte da muralha que circundava a cidade. As torres são a Torre da Lanterna, Torre da Corrente e Torre St. Nicolas.

Visitar as torres significou subir mais e mais escadas ainda (essa foi a viagem de subir escadas, aguardem pelo Vaticano). A primeira torre foi a Torre da Lanterna, que é a mais alta, eu acho. Do topo dela, era possivel ter uma vista bem legal do Atlântico e da cidade. Essa torre era o antigo farol da cidade. Andando ao longo da muralha se chega à torre da corrente, que é a menor das três. Essa foi a menos interessante, eles montaram uma espécie de museu na torre, logo, não tinha nada interessante como prisões e salas antigas pra ver. Finalmente, a torre St. Nicolas, que guarda a entrada do ancoradouro, foi pra mim a mais interessante. Pra começar, essa torre é torta, o que é perfeitamente perceptivel de dentro da torre. Essa torre junto com a da corrente servia pra proteger a entrada de navios inimigos na baia, com o auxilio de uma imensa corrente ligando as duas torres.

Voltamos de La Rochelle no final da tarde, apos dar uma caminhada no centro da cidade, que é bem bonito também. Devolvemos o carro na locadora e começamos a nos preparar para a segunda parte da viagem: Italia!

Anúncios

Ações

Informação

5 responses

18 03 2010
Cassol

O Um Anel de Sauron lololololol, mas hein, tu comprou ele? Era o original ou uma imitação (lol)? One Ring to rule them all… :D

P.S.: Tô pensando em catar LOTR em inglês pra ler, só pra ver o quão difícil vai ser.

20 03 2010
Bruno

Não comprei, era 35 € e eu não ficava invisivel se usasse. :/

18 03 2010
Luhan

@Cassol, acho que só existem 3 “originais” do Anel de Sauron, hehehe.

@Bruno, to com inveja das suas últimas viagens, hahaha. Eu preferiria estar nesse friozinho daí do que nesse calor insuportável que ainda está fazendo por aqui.

19 03 2010
Dartagna

Fala colorado!!! Incrível estas tuas viagens, estamos todos boquiabertos com teus relatos, pois está conhecendo muitas coisas, lugares e templos bonitos e antigos, que bom? Não posso deixar de falar no teu time que empatou ontem com o Cerro jogando muito mal digasse de passagem, mas libertadores é isso aí, não tem barbada! Abraços e beijos de que te AMA MUITÃO.

28 03 2010
joaquim

Velho Bruno em tudo quanto é atividade sempre tem as porcarias no caminho.O internacional é campeão do mundo, mas para chegar lá o time também já jogou em campos de terra ou cheio de buracos.Assim é em qualquer atividade humana.Sempre com altos e baixos.
PERSEVERE.
sucesso
Velho tio Joaquim

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: