Fim de Harmonização e Journées du Patrimoine

20 09 2009

Faz duas semanas que as aulas na école começaram. No entanto, eu ainda estava no chamado “Periodo de Harmonização”, criado pela école este ano, com a reforma do currículo. Essas duas semanas de harmonização, no entanto, foram bastante complicadas: a idéia era se habituar com algumas ciências de engenharia, as quais eu não havia tido noção alguma ainda no Brasil. Estudei mecânica dos fluidos (como uma Fisica III, bem mais tensa), Automação (Sistemas e Sinais, não fiz no Brasil) e Mecânica (desenho técnico e estudo dos sólidos (!!)).

Segunda, quarta e sexta da semana anterior foram dias bastante puxados. Nestes dias, tive oito horas de aula, das 8 da manha às 12h15 e das 13h30 às 17h45. Nos outros dias, me dediquei a fazer as ultimas compras para a casa (na verdade, ainda falta o cabideiro). Alias, minha casa… Não falei dela ainda aqui no blog: são 19 m². Parece pouco, mas estou achando o suficiente, pois de certa forma, o espaço rende. Tenho duas mesas: uma comprida, onde coloco o computador, pastas e o monitor (comprei essa belezinha ontem). Uma mesa menor, que fica no cantinho do café e uma escrivaninha-mesa, onde estudo (na verdade, preciso organizá-la).

Tenho a cama ainda no quarto, e uma mesinha que comprei pra servir de criado-mudo. O quarto é basicamente isso, tem em torno de 12 m², eu chutaria. Após, tem a cozinha, onde eu encontro o roupeiro, a pia, o frigobar, as placas elétricas (que servem como fogão aqui), um armário e uma prateleira. Tem ainda o banheiro, anexo à cozinha, e o hall de entrada, que também é bem espaçoso, onde pretendo colocar o espelho e o cabideiro.

Voltando à minha semana… para finalizar, ontem fui no centro de Lille com a Cris e o Jéferson, meu parrain (padrinho). Almoçamos na “Brasserie de Foy”. Onze euros por um prato magnífico: fritas muito boas, um baita pedaço de frango com molho “aux maroilles” e salada verde. Acompanhado de refrigerante e café. Depois disso, saímos eu e a Cris a passear por Lille. Neste final de semana, acontecem as “Jornadas do Patrimônio”, evento que abre as portas, de graça, de prédios históricos da cidade. Ontem, visitamos o Museu de Belas Artes, um lugar realmente incrível: é difícil imaginar que uma cidade com apenas 200000 habitantes tenha um local cultural como aquele. Quando eu pegar as fotos com a Cris, eu divulgo no Picasa. A noite, o Jéferson, como bom colorado que é, veio assistir o jogo do Inter aqui em casa. Lamentável a derrota, passamos a noite xingando Tite, Taison e Indio!

Hoje, fomos em mais lugares abertos neste final de semana: visitamos a Prefeitura do Norte (equivalente ao governo estadual), conhecendo inclusive o gabinete do “governador”. Em seguida, conhecemos o Palais Rihour, um pequeno castelo no centro de Lille, bem bonito. Depois, fomos na Eglise St-Etienne, uma igreja muito agradável perto da Place Rihour. La, o guia nos contou toda a historia da igreja, dos quadros e das esculturas presentes nela. Conheci ainda a Chambre de Commerce (não tão interessante), o Observatório Astronômico (visitas guiadas fechadas) e a Noble Tour, uma torre de defesa construída no inicio do século XV. A visita na prefeitura demoraria muito, mas conheci o prédio, e aproveitei pra visitar a igreja do lado, St. Maurice. Passei ainda na Porte de Paris, um monumento muito bonito no que eu imagino que um dia foi parte da muralha que envolvia a cidade de Lille.

E é isso… amanha, começam as aulas de verdade, ou seja, matérias que nem estavamos supostos a saber, no modo francês de dar aulas… espero que os anfiteatros não sejam maçantes como dizem os veteranos, e que, agora com a reforma, os professores não avacalhem e condensem mais ainda o conteúdo, já que o numero de horas-aula de varias matérias reduziu em até 50%. Ah, final de semana que vem estou indo pra Paris. Contarei no blog sobre a visita à capital da França e também ao Château de Versailles. Em breve, coloco um pacotão de fotos no Picasa e no Orkut, preciso organizar todas elas. Bem, abraços, e até a próxima!